Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente de Areia discuti serviço de corte de terras com agricultores do município.

A Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente de Areia (SAAMA) começou a visitar algumas regiões e associações rurais do município de Areia para discutir sobre o programa Corte de Terra e sobre o abastecimento de cisternas comunitárias que serão escolhidas pelos moradores das próprias regiões de cada comunidade.

Secretário de Agricultura de Areia/ Irisvaldo Nascimento,

Na última semana, o Secretário de Agricultura, Irisvaldo Nascimento, esteve presente no Assentamento União para debater, com as famílias desse assentamento, sobre o planejamento que a secretaria está fazendo sobre o corte de terra com os tratores. Durante o momento, foi também falado sobre o abastecimento de água nas comunidades. A SAAMA seguirá os mesmos critérios da Operação Pipa coordenada pelo exército, ou seja, a secretaria vai fazer uma relação da quantidade de pessoas para que, a partir desses números, se tenha uma ideia da quantidade de carros que se pode enviar a cada comunidade e de quantos em quantos dias os caminhões pipa seriam enviados.

Também foi discutido sobre a dificuldade em se fazer um convênio com o Governo do Estado, pois Areia está inadimplente junto ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (CADIN). “Foi firmado um convênio entre o município de Areia e o Governo do Estado na gestão anterior. Como não houve prestação de contas do convênio, isso fez com que nosso município ficasse inadimplente no Cadin Estadual. Esse fato nos impede de firmar novos convênios com o Estado. Porém, estamos tomando todas as providências, inclusive na justiça com uma liminar para a retirada do nome de Areia desse banco de dados”, disse o secretário.

Irisvaldo também comentou que todas essas ações estão sendo tomadas para que a população de Areia, em especial os produtores e agricultores, não saiam prejudicados. “Temos um compromisso maior com os produtores e agricultores de nossa terra. Por isso, estamos percorrendo todas as associações de todo o território Rural do nosso município para explicar essas situações e, também, para que os presidentes das associações nos auxiliem para fazermos o planejamento do corte de terras para os agricultores rurais e para o abastecimento de cisternas comunitárias que serão escolhidas pelos moradores das próprias regiões de cada comunidade”, finalizou.

Fonte: SAAMA

 

COMPARTILHAR