Educação de Jovens e Adultos retoma protagonismo na Educação municipal de Areia

A Educação de Jovens e Adultos está retornando ao protagonismo da Educação municipal de Areia. Foram vários os fatores que levaram a Secretaria da Educação a voltar a atenção para essa modalidade, há décadas, deixada de fora da oferta educacional do município.
Para ver a real necessidade de tal retorno, procedemos a uma ampla pesquisa de dados que justificassem nosso empenho e dedicação em prol desse segmento. Assim, com base nos últimos censos populacionais do IBGE, de 1990 até agora, e analisando os dados, verificamos que ainda temos 38,9 (acima de 25 anos) por cento de adultos não alfabetizados no município de Areia. De 18 a 24 anos, o número ainda é mais assustador (de 61,50%). Diante desse cenário, propusemos e apresentamos ao Conselho Municipal de Educação, as novas Diretrizes para o funcionamento da Educação de Jovens e Adultos no município de Areia.
Encampamos uma ampla campanha de matrícula, junto com os gestores e líderes comunitários das comunidades, para incentivá-los a concluírem seus estudos, num mundo cada vez mais dependente e exigente com relação ao letramento escolar. O mundo mudou, hoje se exige escolaridade para tarefas que, antes, bastava a boa prática, como auxiliar de serviços gerais, motorista, merendeira, por exemplo. E esse foi o motivo por que muitas e muitos jovens buscaram a Secretaria.
As pessoas já estavam sentindo a necessidade de voltar à vida escolar, como uma das exigências para exercer a cidadania numa sociedade letrada. Assim, agimos movidos por objetivos como: oferecer educação escolar aos jovens e adultos que não concluíram o Ensino Básico; Responsabilizar-se com a formação humana, acesso à cultura geral e aprimoramento da consciência crítica; Proporcionar, ao estudante, o desenvolvimento de atitudes éticas e de autonomia intelectual, bem como compromisso político, no exercício de sua cidadania e de sua inclusão no mercado de trabalho. De modo que, chegamos ao excepcional número de 388 alunos matriculados na rede, na Educação de Jovens e Adultos.
Mas, para não fugir à regra das dificuldades humanas, ouvimos muitos “conselhos, avisos, prognósticos dos mais pessimistas”. Alguém que duvidou: “Mas, e a evasão”? “E a nota das provas do SAEB?”Avisamos aos concidadãos que estão preocupados com essas questões, que estamos e já temos algumas soluções viáveis para minimizarmos tais questões, quando do retorno das aulas presenciais. Nossa Proposta Pedagógica está de acordo com o artigo 26 da LDBEN nº. 9.394/96.
A rede municipal matriculou até hoje, 18 de março, 3.185 alunos, 778 alunos a mais que o informado no Censo Escolar 2020. A secretaria segue com o compromisso de melhorar o ensino remoto, para que o prejuízo pedagógico seja o menor possível. Para isso, contamos com apostilas cuidadosamente elaboradas pela equipe da coordenação e professores, gestores e adjuntos engajados, aulas via whatsapp, google.meet, videoaulas, contato por telefone e estamos estudando a possibilidade de utilização da rádio para atender àqueles alunos que não têm acesso à internet Assim, começamos Um Novo Tempo que traz novos desafios, novas possibilidades e novos formatos para se pensar e se fazer educação.
COMPARTILHAR